Pense como um artista

… e tenha uma vida mais criativa e produtiva.

Pense Como um Artista – Will Gompertz

Esse é o nome do livro de Will Gompertz, editor de artes da BBC de Londres. Só o sumário já é uma maravilha:

  1. Os artistas são empreendedores
  2. Os artistas não fracassam
  3. Os artistas são curiosos de verdade
  4. Os artistas roubam
  5. Os artistas são céticos
  6. Os artistas pensam no contexto mais amplo e no mínimo detalhe
  7. Os artistas têm um ponto de vista
  8. Os artistas são corajosos
  9. Os artistas param para pensar
  10. Todas as escolas deveriam ser escolas de arte
  11. Uma última reflexão

Esse livro serviu como aglutinador de algumas leituras e reflexões que tenho feito nos últimos anos, principalmente essas:

  • No método de produtividade GTD, o David Allen diz que nossa cabeça foi feita para pensar, raciocinar e ter ideias, e não para guardar informações.
  • Só sinto satisfação num trabalho que posso expressar minha criatividade.

Percebo que para todas as pessoas, a verdadeira satisfação acontece quando se expressa sua criatividade. Quando uma ideia, através de uma habilidade, resulta em algo palpável.

Mas, infelizmente, a escola, o mercado de trabalho e a sociedade em geral estimulam pouco a criatividade, então ser criativo é antes de tudo um ato de rebeldia.

As duas principais lições que tiro desse livro, são:

  • Você é criativo! Como todo ser humano! Não embote nem esconda sua criatividade, procure formas de dar vazão à ela e uma hora você encontrará a sua arte. Sua criação artística pode se expressar em dezenas de áreas, desde o meio artístico propriamente dito como canto, pintura, escultura, atuação ou escrita, até, quer dizer, PRINCIPALMENTE, em áreas mais práticas como culinária, panificação, pintura de paredes, ilustração, design, corte e costura, ensino, desenvolvimento de aplicativos e fotografia. Existe inúmeras maneiras de você expressar seu olhar único.
  • Viver da própria criação é um ideal a ser buscado. Se você é uma pessoa comum, provavelmente tem que fazer um trabalho comum a maior parte do seu tempo. Mas nas “horas vagas”, deve buscar expressar a sua arte, dar um direcionamento comercial à ela, transformar em fonte de renda, e, quem sabe um dia, ela ser sua principal fonte de renda. Vejo que quem consegue viver bem da própria arte tem auto-estima elevada (muitas vezes virando arrogância) e tem satisfação no trabalho.

Quem seguir esses passos dificilmente terá uma velhice entediante e depressiva.

Se alguém tivesse me dito essas poucas palavras há  alguns anos atrás, eu ficaria muito grato, teria me economizado muito tempo, energia e decepções. De nada.

2 comentários em “Pense como um artista

  1. Muito bom Pensamento! Hoje tenho buscado exatamente isso, realizar algo que considero arte e tentar viver dela. Por enquanto estou só começando mas levanto todos os dias em como me aprimorar com minha “Arte” e motivado a aprender, fazer, errar, e repetir novamente! Vamos em frente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *