Serve pra você?

“Você está tentando me convencer a não fazer faculdade?”

“Você está dizendo que é melhor eu ser empreendedor?”

“Você está insinuando que uma carreira numa empresa é uma coisa ruim?”

Olha, o que eu quero fazer é tentar te mostrar que o caminho mais óbvio, mais automático, pode não servir pra você.

Pode ser que um curso superior em uma universidade de primeira linha seja essencial pra você alcançar seus objetivos e desenvolver sua vocação. Ou talvez que uma faculdade fuleira qualquer seja mais adequada (acredite, isso é possível). Ás vezes você não tem vocação nenhuma para funcionário público e fica insistindo numa carreira que só te trará infelicidade por causa de uma tal “segurança”.

Hoje existem dezenas de opções de carreira em centenas e áreas e existe pouca reflexão sobre se o caminho a pessoa está escolhendo é adequado para ela. Um microempresário, que possui meia dúzia de empregados e tem uma vida confortável pode começar a ganhar muito mais dinheiro com o crescimento da sua empresa e, por outro lado, sua vida se transformar num inferno porque ele não tem o perfil de empresário, que é o cara que não tem domínio de tudo que acontece na empresa dele e ainda dorme tranquilo.

Millôr Fernandes dizia que “o comunismo é uma espécie de alfaiate que quando a roupa não fica boa faz alterações no cliente”. Ás vezes é isso que estamos tentando fazer com a nossa vocação. Então a proposta é que não tentemos mudar as nossas medidas mas sim que aprendamos a criar nossa própria roupa, perfeita pra cada um de nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *